Sábado, 20 de Outubro de 2007

Rio de Moinhos Resenha Historica Lendas

Algumas lendas e historias da freguesia
Diz-se que nesta freguesia de Santa Vaia designada agora por Rio de Moinhos, em tempos havia um abade de sobre nome Santa Marta, que por habito mandava cozer uma vez por mês uma fornada de pão para distribuir pelos mais pobres da freguesia e freguesias vizinhas num forno que estava situado junto da residência paroquial, diz a lenda e è confirmada ser verdadeira pelos residentes mais antigos da freguesia, que, certo dia e à hora em que era costume distribuir o pão aos pobres a criada veio lhes dizer que podiam ir-se embora e regressar mais tarde pois não era possível lhes distribuir o pão, pois ela vinha apenas de o meter ao forno e a sua cosedura ainda demoraria um certo tempo,
O dito Abade Santa Marta ouvindo as palavras da criada que eram dirigidas aos pobres, veio de imediato dizer a criada que podia abrir a porta do forno que o pão já estava cozido e começar a sua distribuição, a criada ficou apavorada visto que vinha apenas de fechar a porta do forno, esta ficou incrédula e gritava dizendo ao Abade não pode ser! o pão esta cru eu só fechei a porta do forno mesmo agora,
mas sobre a insistência do Abade a porta do forno foi aberta, e o pão estava devidamente cozido e foi então distribuído de imediato a todos os pobres presentes,
 E a partir dessa data este Abade foi considerado pelas gentes das redondezas como um Santo,
 E coisa incrível è que depois de falecer e ser sepultado debaixo do arco cruzeiro anos depois foi desenterrado e isto já nos fins do século 19 principio do século 20 em segredo total e levado para Braga ali para os lados da Falperra onde lá esta dado como Santo e as pessoas que o desenterraram e levaram até Braga tiveram imensa dificuldade em chegar até esta cidade de Braga isto com imensas peripécias pelo caminho começando por ter um acidente no lugar de pugido mais exactamente na recta da Oliveira caindo num campo em contra baixo da estrada e mais vários problemas ate chegar a Falperra em Braga sabe-se que o carro que conduziu este dito santo até Braga era um dos primeiros da marca Austin e segundo se consta por esta freguesia todos os que contribuíram ao desvio deste dito Santo Padre tiveram fins de vida bastante complicada
(segundo pesquisas e certas suspeições este santo Abade de sobre nome Santa Marta era o Abade Manuel de Santa Maria Amorim que esteve ao serviço desta igreja de 1771 a 1816
Uma outra lenda esta mais recente e verdadeira diz respeito a umas alminhas que existem no lugar da Breia que são as do Senhor dos Aflitos e são particulares.
Estas alminhas de nome Senhor dos Aflitos são propriedade do Senhor José Pereira da Costa e esposa residentes no mesmo lugar da Breia
 Confiou-nos o senhor José que o Santo que lá esta veio da Sr.ª da Peneda no século XX trazido por seu pai e um outro seu amigo em cima de um cavalo este Santo veio junto com o Sr. do Bom Fim que esta no Concelho de Monção, contou-nos o Sr., José que dois homens naturais de Santa Vaia sendo um seu pai trouxeram esses dois Santos em cima de dois cavalos da Sra. da Peneda na freguesia da Gavieira e a determinada altura pararam para almoçar no monte onde hoje existe a capela do Sr. do Bom Fim só que depois de almoçarem um dos Santos nunca mais o conseguiram por em cima do cavalo e depois de tanto insistirem sem o conseguir resolveram abandona-lo dizendo ao dito Santo já que não queres vir connosco ficas aqui e lá ficou escondido no monte onde mais tarde foi encontrado por uns lavradores e no local foi erguida uma capela e que hoje ainda é lá venerada grande festa todos os anos em nome do Senhor do Bom Fim.
 O que veio para Rio de Moinhos chamava-se então Sr. Dos Milagres e não Senhor dos Aflitos como toda a gente lhe chama
Temos ainda conhecimento de uma outra lenda
E esta diz respeito ao Santo que esta na capela no lugar de Reboreda S Cipriano
Sobre este Santo diz a lenda que o povo deste lugar de Reboreda quando o calor apertava e carecia de chuva ia banhar a imagem deste Santo a fonte do Castro no mesmo lugar e depois colocavam-no sobre uma tampa de pedra ali existente, e o padre ou outro gentílico toma a agua da fonte e banha com ela a imagem desta fonte do Castro que nunca seca;
 Igualmente quando o povo desejava sol levava o Santo em procissão ao alto do Castro e colocavam-no sobre uma pia ou escavação na rocha que lá existe e exponham-no com a cara voltada para o lado do sol e a chuva acabava por surgir a seguir 
Algumas lendas e historias da freguesia
Diz-se que nesta freguesia de Santa Vaia designada agora por Rio de Moinhos, em tempos havia um abade de sobre nome Santa Marta, que por habito mandava cozer uma vez por mês uma fornada de pão para distribuir pelos mais pobres da freguesia e freguesias vizinhas num forno que estava situado junto da residência paroquial, diz a lenda e è confirmada ser verdadeira pelos residentes mais antigos da freguesia, que, certo dia e à hora em que era costume distribuir o pão aos pobres a criada veio lhes dizer que podiam ir-se embora e regressar mais tarde pois não era possível lhes distribuir o pão, pois ela vinha apenas de o meter ao forno e a sua cosedura ainda demoraria um certo tempo,
O dito Abade Santa Marta ouvindo as palavras da criada que eram dirigidas aos pobres, veio de imediato dizer a criada que podia abrir a porta do forno que o pão já estava cozido e começar a sua distribuição, a criada ficou apavorada visto que vinha apenas de fechar a porta do forno, esta ficou incrédula e gritava dizendo ao Abade não pode ser! o pão esta cru eu só fechei a porta do forno mesmo agora,
mas sobre a insistência do Abade a porta do forno foi aberta, e o pão estava devidamente cozido e foi então distribuído de imediato a todos os pobres presentes,
 E a partir dessa data este Abade foi considerado pelas gentes das redondezas como um Santo,
 E coisa incrível è que depois de falecer e ser sepultado debaixo do arco cruzeiro anos depois foi desenterrado e isto já nos fins do século 19 principio do século 20 em segredo total e levado para Braga ali para os lados da Falperra onde lá esta dado como Santo e as pessoas que o desenterraram e levaram até Braga tiveram imensa dificuldade em chegar até esta cidade de Braga isto com imensas peripécias pelo caminho começando por ter um acidente no lugar de pugido mais exactamente na recta da Oliveira caindo num campo em contra baixo da estrada e mais vários problemas ate chegar a Falperra em Braga sabe-se que o carro que conduziu este dito santo até Braga era um dos primeiros da marca Austin e segundo se consta por esta freguesia todos os que contribuíram ao desvio deste dito Santo Padre tiveram fins de vida bastante complicada
(segundo pesquisas e certas suspeições este santo Abade de sobre nome Santa Marta era o Abade Manuel de Santa Maria Amorim que esteve ao serviço desta igreja de 1771 a 1816
Uma outra lenda esta mais recente e verdadeira diz respeito a umas alminhas que existem no lugar da Breia que são as do Senhor dos Aflitos e são particulares.
Estas alminhas de nome Senhor dos Aflitos são propriedade do Senhor José Pereira da Costa e esposa residentes no mesmo lugar da Breia
 Confiou-nos o senhor José que o Santo que lá esta veio da Sr.ª da Peneda no século XX trazido por seu pai e um outro seu amigo em cima de um cavalo este Santo veio junto com o Sr. do Bom Fim que esta no Concelho de Monção, contou-nos o Sr., José que dois homens naturais de Santa Vaia sendo um seu pai trouxeram esses dois Santos em cima de dois cavalos da Sra. da Peneda na freguesia da Gavieira e a determinada altura pararam para almoçar no monte onde hoje existe a capela do Sr. do Bom Fim só que depois de almoçarem um dos Santos nunca mais o conseguiram por em cima do cavalo e depois de tanto insistirem sem o conseguir resolveram abandona-lo dizendo ao dito Santo já que não queres vir connosco ficas aqui e lá ficou escondido no monte onde mais tarde foi encontrado por uns lavradores e no local foi erguida uma capela e que hoje ainda é lá venerada grande festa todos os anos em nome do Senhor do Bom Fim.
 O que veio para Rio de Moinhos chamava-se então Sr. Dos Milagres e não Senhor dos Aflitos como toda a gente lhe chama
Temos ainda conhecimento de uma outra lenda
E esta diz respeito ao Santo que esta na capela no lugar de Reboreda S Cipriano
Sobre este Santo diz a lenda que o povo deste lugar de Reboreda quando o calor apertava e carecia de chuva ia banhar a imagem deste Santo a fonte do Castro no mesmo lugar e depois colocavam-no sobre uma tampa de pedra ali existente, e o padre ou outro gentílico toma a agua da fonte e banha com ela a imagem desta fonte do Castro que nunca seca;
 Igualmente quando o povo desejava sol levava o Santo em procissão ao alto do Castro e colocavam-no sobre uma pia ou escavação na rocha que lá existe e exponham-no com a cara voltada para o lado do sol e a chuva acabava por surgir a seguir 
Algumas lendas e historias da freguesia
Diz-se que nesta freguesia de Santa Vaia designada agora por Rio de Moinhos, em tempos havia um abade de sobre nome Santa Marta, que por habito mandava cozer uma vez por mês uma fornada de pão para distribuir pelos mais pobres da freguesia e freguesias vizinhas num forno que estava situado junto da residência paroquial, diz a lenda e è confirmada ser verdadeira pelos residentes mais antigos da freguesia, que, certo dia e à hora em que era costume distribuir o pão aos pobres a criada veio lhes dizer que podiam ir-se embora e regressar mais tarde pois não era possível lhes distribuir o pão, pois ela vinha apenas de o meter ao forno e a sua cosedura ainda demoraria um certo tempo,
O dito Abade Santa Marta ouvindo as palavras da criada que eram dirigidas aos pobres, veio de imediato dizer a criada que podia abrir a porta do forno que o pão já estava cozido e começar a sua distribuição, a criada ficou apavorada visto que vinha apenas de fechar a porta do forno, esta ficou incrédula e gritava dizendo ao Abade não pode ser! o pão esta cru eu só fechei a porta do forno mesmo agora,
mas sobre a insistência do Abade a porta do forno foi aberta, e o pão estava devidamente cozido e foi então distribuído de imediato a todos os pobres presentes,
 E a partir dessa data este Abade foi considerado pelas gentes das redondezas como um Santo,
 E coisa incrível è que depois de falecer e ser sepultado debaixo do arco cruzeiro anos depois foi desenterrado e isto já nos fins do século 19 principio do século 20 em segredo total e levado para Braga ali para os lados da Falperra onde lá esta dado como Santo e as pessoas que o desenterraram e levaram até Braga tiveram imensa dificuldade em chegar até esta cidade de Braga isto com imensas peripécias pelo caminho começando por ter um acidente no lugar de pugido mais exactamente na recta da Oliveira caindo num campo em contra baixo da estrada e mais vários problemas ate chegar a Falperra em Braga sabe-se que o carro que conduziu este dito santo até Braga era um dos primeiros da marca Austin e segundo se consta por esta freguesia todos os que contribuíram ao desvio deste dito Santo Padre tiveram fins de vida bastante complicada
(segundo pesquisas e certas suspeições este santo Abade de sobre nome Santa Marta era o Abade Manuel de Santa Maria Amorim que esteve ao serviço desta igreja de 1771 a 1816
Uma outra lenda esta mais recente e verdadeira diz respeito a umas alminhas que existem no lugar da Breia que são as do Senhor dos Aflitos e são particulares.
Estas alminhas de nome Senhor dos Aflitos são propriedade do Senhor José Pereira da Costa e esposa residentes no mesmo lugar da Breia
 Confiou-nos o senhor José que o Santo que lá esta veio da Sr.ª da Peneda no século XX trazido por seu pai e um outro seu amigo em cima de um cavalo este Santo veio junto com o Sr. do Bom Fim que esta no Concelho de Monção, contou-nos o Sr., José que dois homens naturais de Santa Vaia sendo um seu pai trouxeram esses dois Santos em cima de dois cavalos da Sra. da Peneda na freguesia da Gavieira e a determinada altura pararam para almoçar no monte onde hoje existe a capela do Sr. do Bom Fim só que depois de almoçarem um dos Santos nunca mais o conseguiram por em cima do cavalo e depois de tanto insistirem sem o conseguir resolveram abandona-lo dizendo ao dito Santo já que não queres vir connosco ficas aqui e lá ficou escondido no monte onde mais tarde foi encontrado por uns lavradores e no local foi erguida uma capela e que hoje ainda é lá venerada grande festa todos os anos em nome do Senhor do Bom Fim.
 O que veio para Rio de Moinhos chamava-se então Sr. Dos Milagres e não Senhor dos Aflitos como toda a gente lhe chama
Temos ainda conhecimento de uma outra lenda
E esta diz respeito ao Santo que esta na capela no lugar de Reboreda S Cipriano
Sobre este Santo diz a lenda que o povo deste lugar de Reboreda quando o calor apertava e carecia de chuva ia banhar a imagem deste Santo a fonte do Castro no mesmo lugar e depois colocavam-no sobre uma tampa de pedra ali existente, e o padre ou outro gentílico toma a agua da fonte e banha com ela a imagem desta fonte do Castro que nunca seca;
 Igualmente quando o povo desejava sol levava o Santo em procissão ao alto do Castro e colocavam-no sobre uma pia ou escavação na rocha que lá existe e exponham-no com a cara voltada para o lado do sol e a chuva acabava por surgir a seguir 
publicado por minhaterralindaldeia às 15:19
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Resenha Histórica de Azer...

. Resenha Historica de Arco...

. Resenha Historica de Arco...

. Resenha Histórica de Alvo...

. Resenha Historica de Agui...

. Resenha Historica de Aboi...

. Rio de Moinhos Junta de F...

. Rio de Moinhos Resenha Hi...

. Rio de Moinhos Resenha Hi...

. Rio de Moinhos Resenha Hi...

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds